quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Escudo.


Eu assisti Linda enquanto ela andava pelo quarto, tocando vários objetos. Seus olhos demoraram mais tempo nos vasos de rosas. Ela pegou uma flor amarela que eu achava que era a mais bonita. Ela a segurou em seu rosto um momento, a cheirando, então pressionando ela em sua bochecha. Finalmente, ela recolocou no vaso.
Ela andou pela suíte, abrindo as portas e gavetas. O elaborado guarda-roupa não teve efeito, mas na porta da biblioteca, ela engasgou e parou. Ela inclinou a cabeça para cima, olhando as linhas de livros que se estendiam ate o teto. Eu percebi seu dever de casa e tentei comprar coisas que ela gostaria, não apenas romances, mas livros sobre física, filosofia, e dupliquei os volumes para mim então eu poderia ler qualquer coisa que chamasse a atenção dela. Eu comecei a trabalhar em um banco de dados com todos os livros listados por títulos, autor, e assunto, como a biblioteca real, mas não estava terminado ainda.
Ela subiu a escada e escolheu um livro, então dois. Ela segurou eles perto dela, como um cobertor de segurança, ou um escudo. Isso, pelo menos, era um sucesso. Ela levou os livros de volta para o quarto, colocou eles na mesa de cabeceira, então desabou na cama, soluçando.
Eu queria confortar ela, mas eu sabia que eu não podia, não agora. Eu esperava que algum dia ela entendesse.


# Alex Flinn - " Beastly"(trecho).